//Moda no Ambiente de Trabalho

Moda no Ambiente de Trabalho

Moda no Ambiente de Trabalho

O ambiente hospitalar pede vestimentas dentro de uma série de regras e com uma certa sobriedade, mas isso não impede que você agregue estilo e um toque de gosto pessoal ao seu dia a dia.

Até os profissionais que devem trabalhar com uniformes já preestabelecidos podem buscar recursos para valorizar o visual de forma natural, sem prejudicar seu desempenho nem causar atritos com a empresa em que trabalham.

Vamos falar um pouco sobre como podemos incluir a moda no ambiente de trabalho hospitalar e clínico, cuidados que devemos ter e erros a serem evitados.

Roupas:

As roupas devem ser o ponto de maior preocupação na hora de se preparar para o trabalho. Elas precisam proporcionar o conforto que a rotina dentro de um hospital pede, além de ir ao encontro das normas da instituição.

Dê preferência a tecidos flexíveis e que garantam a respirabilidade da pele; modelagens que permitam liberdade de movimentos; e cores e estampas que conversem com o ambiente em que trabalha.

Na hora de inovar opte por detalhes especiais de modelagens, como pregas e recortes; escolha cores que fujam do branco, como tons de azul ou rosa; e, caso seu trabalho envolva o atendimento hospitalar a crianças, opte por scrubs ou jalecos estampados.

Um cuidado que deve ser levado em consideração é a transparência das peças brancas. Evite peças com tecidos muito finos, modelagens que marcam demais e estejam sempre atentos a cor da lingerie ou underwear que será usada por baixo.

Calçados:

O uso de calçados clássicos torna o acerto mais fácil. Dê preferência a modelos de calçados fechados e que possuam um solado não escorregadio, de preferência emborrachado.

Mulheres tem diversas opções de sapatilhas, oxfords e scarpins de salto. Evitar os saltos muito finos e altos e apostar nos modelos mais grossos ou com meia pata pode garantir muito mais conforto ao longo do dia. Para os homens, o clássico sapato social é uma escolha certeira, mas eles também podem optar por modelos de tênis não esportivos ou oxfords.

O crocs deve ter seu uso restringido apenas ao ambiente cirúrgico, usado em alguns casos até mesmo como um EPI (Equipamento de Proteção Individual).

Acessórios:

O uso de acessórios como pulseiras, brincos e relógios pede bom-senso, noção e respeito às normas da instituição de saúde em que trabalha.

Caso seja permitido o uso de algum acessório no seu ambiente profissional é importante nunca usar peças pesadas ou barulhentas; evitar itens que não fiquem bem presos, pois eles podem acabar caindo sobre um paciente; e dar preferência a peças discretas.

Vale lembrar que o centro de todas as atenções são os pacientes.

Bolsas e mochilas:

Esses itens são ótimos aliados para transportar tudo o que você pode precisar ao longo do seu dia. Invista em modelos de tamanho médio ou grande que, de preferência, consigam armazenar seu porta-jaleco, crachá e carimbo personalizado.

Cabelo:

Mantenha os cabelos sempre limpos e arrumados. No caso de mulheres com cabelos compridos o ideal é que estejam presos em rabos de cavalo ou coques, assim evitamos que caíam por todos os lados. Hoje existem vários sites com dicas incríveis de penteados de cabelos presos, vale a pena pesquisar para se inspirar para seu dia a dia.

Uma dica prática para aquele dia que não deu tempo de lavar os cabelos é ter um shampoo a seco por perto. Ele proporciona um aspecto de cabelo limpo por mais tempo e pode te socorrer em uma emergência.

Já os médicos, enfermeiros e outros profissionais homens devem estar com o cabelo bem cortado e sempre penteado.

Unhas:

As unhas devem estar sempre muito bem asseadas.

Para os homens é importante mantê-las limpas e bem cortadas; a mesma regra serve para as mulheres, que podem complementar esse asseio com esmaltes em tons claros (brancos, nudes, rosinhas) e de bom acabamento. Vale evitar tons fortes como vermelhos ou pretos e, quando a unha começar a descascar, remova o esmalte imediatamente.

Maquiagem:

A maquiagem é uma excelente ferramenta para valorizar nossas feições e pode ajudar a proporcionar uma aparência mais saudável. Uma boa base e um blush já são capazes de trazer um ar mais fresco à profissional sem exigir grandes técnicas ou muitos investimentos. A dica de pesquisa de referências na internet também é super válida aqui.

Evite maquiagens pesadas ou que peçam retoques ao longo do dia.

Barba:

Uma barba bem-feita é sinal de cuidado e higiene, principalmente quando pensamos me dentistas, médicos  e enfermeiros. Caso o ambiente permite o uso de barba, vale apará-las ao menos uma vez na semana para que não fiquem muito compridas.

Para os homens mais vaidosos e que gostam de se cuidar, uma ida à barbearia pode tornar a missão de uma barba impecável mais prazerosa.

Perfumes e Desodorantes:

Use esses dois itens com moderação e evite os perfumes e desodorantes com cheiros fortes e marcantes.

Precisando de ajuda para agregar este estilo ao seu dia a dia? A FAÍKO Jalecos pode te auxiliar com uma série de produtos especiais, como:

Jalecos femininos com detalhes em renda

Jalecos de modelagens diferenciadas

– Conjuntos hospitalares estampados

– Jalecos e uniformes cirúrgicos com estampas infantis, perfeitos para profissionais que trabalham com o tratamento de crianças.

– Toucas estampadas e coloridas

De qualquer forma vale lembrar que o bom senso e as regras básicas de etiqueta e guias de indumentária da empresa devem sempre prevalecer.

By | 2018-09-13T15:27:39+00:00 setembro 13th, 2018|Blog|Comentários desativados em Moda no Ambiente de Trabalho

Sobre o Autor: